Criando uma moradia de carbono zero usando energia limpa e energia renovável 1

Criando uma moradia de carbono zero usando energia limpa e energia renovável

A energia limpa é energia gerada a partir de referências naturais, como claridade solar, vento, água e calor geotérmico. A maioria destas referências é sustentável e renovável. Como tal, eles são uma referência interessante de energia. Utilizar energia limpa ajudará você a poupar dinheiro e o ecossistema. Além disso, ajudará você a impossibilitar as emissões de carbono.

Energia renovável

A energia renovável é a energia obtida de recursos naturais, como vento, iluminação solar, calor geotérmico e água. A maioria das fontes de energia renovável é sustentável. Eles são capazes de ser usados ​​para alimentar todos os tipos de dispositivos elétricos. Além do mais, eles podem ser armazenados em grandes quantidades. Se você está pesquisando energia limpa, considere fontes de energia renovável.

As pessoas usam energia renovável há milhares de anos. Os moinhos de vento e a energia solar têm sido usados ​​para alimentar barcos que navegam nos mares, durante o tempo que o sol proporcionou calor e iluminados que duram a noite toda. Infelizmente, os humanos se basearam cada vez mais em referências de energia menos limpas nos últimos 500 anos.

Energia verde

A energia limpa é renovável, fontes possibilidades de energia que não contribuem para a poluição ambiental. Pode ser obtido de algumas fontes renováveis, incluindo energia solar, eólica, geotérmica e energia de miúdo choque. Bem como é usado para conter as pegadas de carbono e a poluição da água. Se bem que essas referências de energia escolhas possam ter disponibilidade limitada, seus proveitos são significativos.

Além de ser mais limpo, a energia verde não tem choque negativo nas plantas e animais. Usar fontes renováveis ​​de energia é as espetaculares maneira de combater as modificações climáticas, a poluição e a extinção de espécies. Fontes de energia renovável, como energia eólica e energia solar, também são altamente sustentáveis. O emprego de referências renováveis ​​de energia poderá garantir um corrimento constante de energia nos próximos anos.

Energia de baixo carbono

Mudar a formação de energia de combustíveis fósseis pra referências de pequeno carbono é uma das ações de mudança climática mais importantes que queremos tomar. Embora as emissões do setor de energia possam ter atingido o pico em 2018, a mudança energética pra energia de nanico carbono ainda é importante. É interessante fazer a modificação por causa de produz menos emissões de gases de efeito estufa do que a formação habitual de energia de combustível fóssil.

A transformação em direção a um sistema de energia de pequeno carbono está sendo conduzida pelos formuladores de políticas e pelo mercado. O ativismo juvenil, a poluição local e as dúvidas ambientais e as tendências geopolíticas também estão impulsionando essa tendência. Há um movimento crescente em direção a sistemas de energia de pequeno carbono em todos os setores da indústria e de todas as regiões do mundo. Ainda que existam tecnologias nascentes que podem atrasar a transição, o mundo necessita se mover para referências de energia limpa, renovável e de nanico carbono.

Energia zero carbono

O primeiro passo na construção de uma moradia de carbono zero é ter aparelhos com eficiência energética. Normalmente, isso significa usar aparelhos que são mais seguros e isolar o edifício o máximo possível. Uma moradia de carbono zero também precisa ser hermética, e muito isolamento ajudará com isto. Outros requisitos adicionam reciclagem de água cinza e isolamento de aquecedores de água quente.

Diversos aspectos dos sistemas de energia zero carbono ainda estão em seus estágios iniciais de desenvolvimento, mas é relevante ver que outras tecnologias já conseguem ser implantadas hoje. Como por exemplo, o NACION GRID ESO está trabalhando pra operar uma grade de eletricidade com carbono zero até 2025.

Energia em emissão de baixa

Aumentar o emprego de referências de energia de baixa emissão é fundamental pro futuro do universo. Hoje em dia, os assentamentos urbanos representam a maior quantidade de consumo de energia e emissões de gases de efeito estufa. Também, a urbanização está ocorrendo a uma taxa sem precedentes, com a maioria dela ocorrendo nos países em desenvolvimento. Desse modo, é vital investigar práticas de construção “verdes” e como elas conseguem auxiliar a construir uma população futura com baixas emissões. O artigo a acompanhar analisa novas dessas tecnologias.

A mudança para a energia de baixa emissão nos países em desenvolvimento é fundamental pra assegurar o acesso universal às famílias à eletricidade. Contudo também tem que alimentar a diversificação econômica, montar empregos e montar resiliência climática. O foco é um futuro próspero e de baixo carbono. Para atingir este propósito, são necessárias políticas flexíveis e abordagens específicas do nação. Tendo como exemplo, países de baixa emissão na África Subsaariana precisam ter ambições acima do acesso universal às famílias.