Conceitualização de saúde e implicações para programas de intervenção em saúde pública 1

Conceitualização de saúde e implicações para programas de intervenção em saúde pública

A saúde é um estado de bem-estar físico, mental e social total. Aqueles que são saudáveis ​​estão livres de doenças, enfermidades e outras condições que afetam negativamente seu bem-estar. Todavia, a definição de saúde varia consideravelmente entre os indivíduos e não há definição universalmente aceita. Durante o tempo que a Organização Mundial da Saúde se cita à saúde como “bem-estar físico, mental ou social completo”, algumas pessoas têm outras definições.

Conceituação da saúde

A saúde é um conceito essencial, mas teu sentido é complicado e evoluindo. Esse post explora as imensas maneiras pelas quais a saúde é conceituada, examinando como muda com o tempo e em diferentes comunidades. Assim como explora as implicações dessas alterações nos programas de intervenção em saúde pública. Ele destacará a importância de um conceito claro de saúde para uma elaboração de políticas eficazes.

Em sua maneira conceitual atual, a saúde podes ser concebida como o bem-estar físico, mental e emocional de um cidadão. Isto adiciona relacionamentos com novas pessoas, o ecossistema e a própria experiência subjetiva do ser. Merry escreveu que cada cidadão é único, então existem diversas facetas de saúde. Contudo, os três estilos da saúde estavam frequentemente entrelaçados.

Determinantes sociais da saúde

Os determinantes sociais da saúde se referem a fatores econômicos e sociais que conseguem afetar a saúde de um cidadão. Eles podem ter um choque direto ou indireto pela saúde. Se esses fatores não forem abordados, isso pode conduzir ao acrescentamento dos riscos à saúde. Tais como, pobreza, desemprego e ausência de educação são alguns determinantes sociais da saúde.

Os pesquisadores identificaram os determinantes sociais como os principais fatores de saúde e a inevitabilidade de resolvê -los. Esses fatores afetam a saúde das pessoas em todas as esferas da existência. Eles também influenciam os custos com saúde e a mortalidade prematura. A American Medical Association (Gosta de) adotou pouco tempo atrás uma política reconhecendo a saúde como um certo humano essencial. Esta política apóia políticas que se concentram nos determinantes sociais da saúde.

Estilos biomédicos da saúde

Os aspectos biomédicos da saúde são um campo de estudo crescente que se concentra pela cautela, detecção e tratamento da doença em humanos. A revista publica trabalhos de pesquisa originais, considerações, cartas ao editor e outros objetos. Possui um grande leitores e é publicado trimestralmente. Os aspectos biomédicos da saúde têm sido uma fração vital do desenvolvimento e do campo médico de nosso país.

Os estilos biomédicos da saúde abrangem uma ampla gama de tópicos e compromissos filosóficos. Sua filosofia subjacente assume que a saúde e a doença são definidas em termos de processos bioquímicos e que o corpo humano é composto por partes subsidiárias. Essa filosofia da saúde gerou diversos debates filosóficos. Alguns filósofos questionaram o motivo da saúde e o valor do raciocínio reducionista. Outros defenderam uma visão mais holística da saúde humana.

Embate do hábitos de vida pela saúde

O estilo de vida é uma forma de viver que inclui nossas atividades diárias, hobbies e serviço. Tem um grande embate em nossa saúde e bem-estar. Hoje, muitas pessoas estão vivendo um estilo de vida prejudicial, o que podes levar a problemas físicos e mentais. Existem várias maneiras diferentes de melhorar seu estilo de vida. Considere os privilégios do exercício e uma dieta equilibrada.

Estilos de existência modernos alteraram o equilíbrio metabólico natural em nossos corpos. Essas modificações conseguem transportar à obesidade e aos problemas cardiovasculares. Também, essas mudanças podem ter decorrências sociais e emocionais. Estilos de vida que incentivam a interação social, a atividade física e a dieta adequada têm um efeito significativo pela saúde.

Choque da genética na saúde

Utilizando fotografias tiradas pelos membros, o estudo explorou como as pessoas veem a genética e o papel que desempenha em dificuldades comuns de saúde. Os participantes foram convidados a enviar fotos digitais de si ou de seus familiares, com várias imagens de dificuldades de saúde. Os participantes assim como tiveram a oportunidade de debater questões relacionadas aos testes genéticos e ao papel do ecossistema. Durante o último dia do estudo, os membros concluíram um questionário que explorou suas atitudes a respeito genética, ecossistema e condições comuns de saúde.

A genética afeta todos os estilos da saúde humana. Tem sido afiliado a muitas doenças comuns, incluindo diabetes, doenças cardiovasculares e muitas condições mentais. À proporção que mais pessoas tomam conhecimento de tua composição genética, elas podem ser incentivadas a fazer mudanças saudáveis ​​em seus estilos de vida.